Você sabe como funciona o sono do bebê?

Você sabia que dormir é uma necessidade fisiológica tão importante quanto respirar, se alimentar e beber água? Só para se ter ideia, os maus hábitos do sono podem acarretar doenças sérias, como a hipertensão, obesidade e diabetes. Em síntese, dormir não é apenas uma questão de relaxar e descansar. É uma questão de saúde!

A qualidade do sono deve ser buscada desde cedo, pois dormir bem é essencial para o desenvolvimento das crianças. Quanto antes os pequenos aderirem a bons hábitos, mais fácil será de manter uma rotina saudável do sono quando eles crescerem.

Pensando nisso, preparamos um material especial para que você entenda como funciona o soninho dos bebês. Fique de olhos bem abertos no nosso artigo e deixe para dormir depois, pois as informações que vamos dividir contigo são preciosas. Venha com a gente!

Vestido bebê branco
Vestido bebê branco

A importância do sono para os bebês

O sono de qualidade é fundamental para que o bebê fique tranquilo durante o dia, mas também está ligado ao desenvolvimento da criança e equilíbrio hormonal. Durante o sono, o organismo das crianças produz melatonina, TSH, prolactina, grelina e GH, o hormônio do crescimento. Na infância, 90% do hormônio do crescimento é liberado justamente quando a criança está dormindo. Ou seja, seu filho cresce enquanto dorme. Vale ressaltar que esse hormônio também é crucial para os pequenos porque evita o acúmulo de gordura corporal, ajuda na manutenção do tônus muscular, fortalece os ossos e aumenta a disposição.

Quanto tempo o bebê dorme em cada fase

Cada bebê tem suas particularidades e hábitos, portanto, não é incomum que o filho da sua amiga durma por muitas horas seguidas, enquanto seu filho acorda toda hora. Alguns dormem duas ou três horas a mais por dia do que os outros, mas de modo geral, a quantidade média de sono é a seguinte em cada etapa do desenvolvimento:

1 mês: 8 horas e 30 minutos de sono durante a noite. De dia, os bebês dormem aproximadamente 7 horas, distribuídas entre 3 sonecas.

3 meses: 10 horas de sono noturno e 5 horas de sono diurno, distribuídas entre 3 sonecas.

6 meses: 11 horas de sono à noite e 4 horas de sono de dia. As sonecas caem para duas vezes.

9 meses: 11 horas de sono noturno e 3 horas de sonecas de dia.

12 meses: 11 horas e 15 minutos de sono à noite e 2 horas divididas entre duas sonecas de dia.

18 meses: 11 horas e 15 minutos de sono noturno e 2 horas e 15 minutos de soneca.

2 anos: 11 horas de sono de noite e 2 horas em uma única soneca de dia.

3 anos: 10 horas e 30 minutos de sono noturno e 1 hora e 30 minutos em uma sonequinha.

Você deve ter reparado que, no geral, bebês dormem bastante, não é mesmo? Eles realmente precisam de mais horas de sono do que os adultos. Os recém-nascidos normalmente dormem o dobro de horas do que seus pais e isso é plenamente normal e saudável!

O padrão do sono dos bebês

Se você está preocupada porque o seu bebê dificilmente dorme ininterruptamente, saiba que isso é normal, afinal, eles precisam acordar para as mamadas. Além disso, os ciclos de sono do bebê são mais curtos do que os ciclos de sono dos adultos. Enquanto os adultos passam por cinco estágios do sono, os bebês passam por dois: o ativo e o tranquilo. O sono ativo é a etapa em que o bebê acorda mais facilmente, além de apresentar movimento rápido dos olhos, respiração irregular, movimentos corporais e vocalizações. O sono tranquilo, por sua vez, é marcado por respiração rítmica, ondas lentas e pouca movimentação. Nesse estágio, não há o movimento dos olhos.

Dicas para que seu bebê durma melhor

  • Deixe as brincadeiras e conversas com o pequeno para as mamadas durante o dia. Na alimentação noturna, o momento da amamentação deve ser tranquilo, a fim de favorecer a preparação para o sono. Essa medida vai ajudar o organismo do seu filho a entender as diferenças entre dia e noite.
  • A partir de 2 meses, permita que seu pequeno pegue no sono sozinho. Quando ele estiver sonolento, coloque-o no berço. Isso evita que a criança fique demasiadamente dependente e só durma mamando ou quando você estiver ninando-a.
  • Estabeleça o ritual do sono. Uma boa sugestão é dar banho, trocar a fralda, colocar uma roupinha macia e contar uma história, mas o ritual pode ser criado de acordo com cada família.
  • Transforme objetos de estimação em aliados. Os bichinhos de pelúcia antialérgicos e naninhas podem virar os companheiros favoritos do seu pequeno e ajudá-lo a pegar no sono. Um bom truque é ficar com esse objeto por um tempo para que ele pegue o cheirinho da mamãe.
  • Aposte em roupas confortáveis. Para que seu pequeno durma bem, invista em roupinhas e pijamas macios ao toque e que não sejam apertadas. As peças de algodão são as mais recomendadas, nesse caso. Roupa importada de bebê também pode ser uma ótima escolha para deixar seu filho pronto para dormir por horas seguidas.
  • Não pegue o bebê no colo ao primeiro chorinho. Deixe-o chorar um pouco, depois vá até ele, seja gentil, faça um carinho, mas não pegue-o no colo a menos que seja para alimentá-lo. Seja firme nesse momento, pois ele precisa saber que é hora de dormir.
  • A responsabilidade de confortar a criança pode e deve ser dividida entre pai e mãe. Com poucos meses, a mãe já cumpre esse papel a cada mamada, mas à medida que a criança for crescendo, o pai pode ajudar no processo de acalmar o filho, contar histórias, etc.
  • Crie um ambiente favorável ao sono. Um quartinho limpo, organizado, silencioso e acolhedor faz toda diferença no soninho dos pequenos. Evite luzes muito fortes, pois isso impede que a criança adormeça com facilidade.
  • Tenha paciência. Os bebês possuem padrões de sono diferentes dos adultos e isso ocorre porque eles ainda não se adaptaram ao ambiente externo e nem desenvolveram seu sistema circadiano. Para completar, o organismo deles ainda não sabe as diferenças entre dia e noite.
  • Coloque o bebê para dormir de barriga para cima. A posição segura para o bebê dormir é essa, pois evita os sufocamentos e a temida síndrome da morte súbita infantil.

E aí, como o seu bebê tem dormido? Essas dicas vão te ajudar a garantir um soninho saudável e tranquilo para o pequeno! Compartilhe suas opiniões e experiências conosco através dos comentários. Ah, e para ver a importância de ensinar as crianças a respeitarem horários, leia também o nosso post “7 dicas para educar crianças”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *