7 dicas para lavar as roupas importadas de bebês e crianças

Roupas infantis importadas normalmente são resistentes, mas por mais que as peças tenham um bom acabamento e sejam feitas com tecidos de qualidade, se você não souber cuidar das roupinhas dos seus filhos, elas vão durar menos tempo do que poderiam.

É importante tomar cuidado com o armazenamento das roupas, assim como com a lavagem de cada peça. Jogá-las aleatoriamente na máquina de lavar definitivamente não é a melhor solução. As roupas importadas de bebês e crianças precisam ser higienizadas com delicadeza para preservar o tecido ao máximo.

Quer saber como lavar as roupas importadas dos seus pequenos? Então continue lendo o nosso artigo e confira nossas dicas para descomplicar essa tarefa e deixar tudo limpinho, limpinho, livre de manchas, germes e bactérias!

roupas de bebê
roupas de bebê

Use produtos suaves para lavar as roupas dos bebês

Os pediatras recomendam que as roupinhas dos bebês sejam lavadas com sabão neutro ou sabão de coco até que a criança complete um ano. Essa medida é importante para evitar que a pele sensível dos pequenos entre em contato com substâncias químicas, a exemplo das fragrâncias e corantes. Vale ressaltar que esse cuidado tão simples minimiza as chances dos bebês desenvolverem alergias, dermatite ou brotoejas.

Vale lembrar que existe o sabão de coco em barra, em pó e o sabão de coco líquido. Das três versões, a líquida é mais fácil de enxaguar. Evite produtos específicos para a lavagem de roupas de bebês, pois alguns deles contêm corantes e perfumes que não são realmente neutros e suaves. Além disso, até o bebê completar os 12 meses, não use amaciante nas roupinhas.

Roupas de bebê menina
Roupas de bebê menina

Lave as roupinhas na mão sempre que for possível

Não há restrições em relação à saúde quanto a lavar as roupas dos bebês e crianças na máquina ou no tanquinho, no entanto, a lavagem à mão é mais recomendada para manter as peças bem conservadas. Para acertar na lavagem à mão, use dois baldes. No primeiro, deixe as roupinhas de molho em água morna com o sabão neutro ou de coco. No segundo, você vai enxaguar delicadamente cada peça. Capriche bem no enxágue para que não restem resíduos de sabão ou sujeira.

Tenha cuidado com o uso da máquina de lavar

Para as mães que não querem ressecar as mãos e que buscam mais praticidade no dia a dia, o uso da máquina de lavar é permitido, mas com restrições. É importante que a máquina conte com ciclos suaves. Além disso, antes de colocar todas as roupinhas dentro do aparelho, separe-as de acordo com a cor e tipo de etiqueta. Os macacões, camisas ou vestidinhos brancos, por exemplo, não devem ser lavados junto com as roupinhas coloridas, pois, inevitavelmente, as peças mais claras ficarão manchadas. Roupas extremamente delicadas, com pelos, bordados, botões e apliques devem ser preferencialmente lavadas à mão ou em uma mini máquina de lavar.

Aposte nos saquinhos protetores na hora da lavagem

Se você está com medo de que as roupas importadas desbotem ou fiquem com aquelas indesejáveis bolinhas, que fazem as peças parecerem mais velhas do que realmente são, opte por saquinhos para proteger as roupinhas dos seus filhos. Esses saquinhos possuem o preço muito acessível e podem ser encontrados com muita facilidade. Essa dica é bacana para lavar as luvinhas, sapatinhos de lã, gorros e meias.

Lave as roupinhas antes de o bebê nascer

Por mais que a roupa seja novinha, comprada em uma loja de confiança, é indispensável que as peças sejam lavadas antes de o bebê nascer. A pele dos recém-nascidos é extremamente sensível, daí a necessidade de higienizar todo o enxoval com antecedência. Os especialistas recomendam que entre o sexto e o sétimo mês, as mamães comecem a lavar as roupas. Lavar no início da gestação não é recomendável, pois muitos meses antes de a criança chegar ao mundo, as roupas tendem a acumular poeira e ácaro. Lave as roupinhas menores primeiro, assim elas ficarão prontíssimas para o uso. Além disso, guarde tudo corretamente, para que as peças não venham a sujar.

Tênis bege para bebê
Tênis bege para bebê

Não descuide da secagem das roupas

Lavar corretamente é fundamental, mas você não pode pensar apenas na lavagem e negligenciar a secagem das roupinhas. O processo de centrifugação castiga um pouco as roupas, assim como torcer as peças com muita força. Sendo assim, se a roupinha for mais delicada, evite ambos os processos. No caso de roupas importadas para bebê, a maioria pode ser lavada e centrifugada na máquina, mas cada caso é um caso. Não deixe de checar as recomendações da etiqueta para descobrir o que fazer.

Você pode ganhar um tempo precioso para cuidar do bebê se você tiver uma máquina lava e seca em casa. Se você não tiver esse eletrodoméstico multifuncional, lave da forma tradicional, aperte as roupas para tirar o excesso de água, balance um pouco para que não fiquem amassadas e coloque-as para secar em local arejado e com incidência solar. No caso de roupas estendidas no varal, o ideal é passá-las com o ferro quente para esterilizar as peças, até porque, secando ao ar livre, as roupinhas ficam expostas a insetos e sujeiras.

Não lave as roupas das crianças misturadas com a roupa dos adultos

Para finalizar, evite lavar as roupas dos pequenos junto com as roupas dos demais moradores da casa, pois a sujeira mais pesada presente nas peças dos adultos pode acabar contaminando as roupinhas importadas das crianças. O mesmo vale para peças íntimas, toalhas e cobertores. Redobre a atenção quanto a isso se a pele do seu bebê tiver reações alérgicas e empelotar fácil. Nesses casos, é indispensável que as roupinhas sejam lavadas separadamente, sem abrir nenhuma exceção. Isso vai garantir que seu filho fique com a pele sempre saudável e protegida.

E então, você vai adotar essas medidas para otimizar a lavagem das roupinhas importadas do seu bebê de agora em diante? Que outras estratégias você adota na hora de higienizar as peças do seu pimpolho? Se você ficar com alguma dúvida compartilhe com a gente através dos comentários e continue acompanhando o nosso blog para ficar por dentro de outras dicas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *